Tags » Humanidades

Não me importo com as multidões
Elas incendeiam as chamas das grandes
_________________________________ nações.
Alimentando ambições.
Querendo mais do que exercendo.
Com o poder das paixões. 83 more words

Poesia

NOSSO DEVER

A ÁGUA, O SOLO E AS ÁRVORES SÃO RIQUEZAS DE NOSSO PAÍS
É NOSSO DEVER PRESERVAR ESSAS RIQUEZAS
É NOSSO DEVER MANTE-LAS SOB PROTEÇÃO
NOSSO DEVER COMO SERES HUMANOS E CIDADÃOS. 67 more words

Versos

Serpentário

Existem rios no ar, hachuras de energia no espaço, produzidas pelo movimento constante dos vetores de emissão de calor, preenchem esses caminhos ofuscados. É preciso conhecer os ventos que inflam as velas em momentos temporais bastante específicos, o pano deve alçar voo na hora certa, a linha e o ponteiro alinhados em uma dança crônica. 178 more words

No tripé da contramão…

Contra-corrente

Poluição.

Imensidão de corrupção.

Invasão!

Versos

El discurso de lengua por Michel Foucault

Para Foucault, hay tres sistemas que gobiernan el discurso: la existencia de “palabras prohibidas,” o tabúes, conceptos que nadie está permitido discutir por la sociedad; divisiones entre lo “loco” y lo “cuerdo” que desacredita las palabras de los percibidos locos o las toma como sabiduría mágica; y el voluntad para la verdad, el deseo que tiene una sociedad para familiarizar, poner en contexto y acumular conocimiento de un sujeto específico. 1,317 more words

Lecturas

Enquanto o sol brilhar no céu.

Todo o coração humano incendiará de paixão.

Amor

Érase una vez un comunicólogo

“Una vez estuvieron en nuestro mundo, donde a todos les fue robado su final feliz”[1]

Esta frase introductoria pertenece a Once upon a time, … 261 more words

Humanidades