Tags » Nacional » Page 2

Contrição do Governo atira culpas à Renamo

Dívida Pública

O Primeiro-Ministro lamentou ontem que o Governo não tenha dado conhecimento ao FMI de dívidas fora das contas públicas e disse que os dados foram ocultados à Rena­mo por se tratar de assuntos de soberania e segurança do Estado. 311 more words

NACIONAL

Discurso sem arrependimento

A Assessoria de Imprensa do Gabinete do Primeiro- Ministro enviou à Imprensa a “versão final”, fechada às 14.30 horas, do discurso proferido por Agostinho do Rosário aos jornalistas perto das 12 horas de ontem. 534 more words

NACIONAL

Maputo tranquila após acesas ameaças de manifestação popular

Polícia fez-se à rua com camiões-tanque para garantir ordem

A manhã de hoje nasceu de forma diferente do habitual, para uma sexta-feira sem feriado ou tolerância de ponto, não fosse o facto de as ruas, as paragens e as vias que têm registado quase sempre enchente nas horas de ponta estarem, desta vez, desertas. 210 more words

NACIONAL

Carlos Agostinho do Rosário diz que baixa produtividade contribui para que o país recorra às dívidas

O momento foi aguardado com muita expectativa. O assunto na ordem do dia era sobejamente conhecido, no entanto, o Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário, prontificou-se a lembrar a audiência a razão da sua intervenção. 733 more words

NACIONAL

MDM diz que primeiro-ministro não foi esclarecedor e quer Governo na AR

Quatro horas depois da comunicação do pri­meiro-ministro (leia no caderno Económico), a bancada do MDM chamou a imprensa para dizer que o assunto da dívi­da pública ainda não está escla­recido e que Carlos Agostinho do Rosário limitou-se a repetir informações que já eram do domínio público. 142 more words

NACIONAL

Cidade de Maputo acorda calma e com poucas viaturas nas ruas

A cidade de Maputo acordou calma e sem muitas viaturas a circular comparativamente a outros dias da semana. O receio de se fazerem à rua devido à onda de mensagens de manifestações na origem do cenário. 216 more words

NACIONAL

Moçambicanos podem exigir compra da posição do Novo Banco no Moza Banco

Os accionistas maioritários do Moza Banco voltam a reclamar o direito de preferência sobre a participação que o Novo Banco tem no banco moçambicano.

MAPUTO – Segundo o diário económico de Portugal, os accionistas, que começaram por questionar a presença do Novo Banco no capital da instituição financeira moçambicana, consideram que a venda do Novo Banco se traduzirá numa mudança accionista do Moza Banco, sem que seja cumprido o dever de dar preferência ao accionista maioritário. 479 more words

NACIONAL